quinta-feira, 1 de outubro de 2015

GROAÍRAS

Do CEARÁ : cidades de A a V (LXVI)

GROAÍRAS, está no Noroeste Cearense, a 273,3 km da Capital.
O município de Groaíras, cujo nome significa "mel que os pássaros gostam", originou-se no município de Cariré e foi criado por força da Lei nº 6.603. Sua história, tem início por volta do ano 1700, com a chegada à Ribeira do Rio Acaraú do português (açoriano) Alferes Lourenço Guimarães de Azevedo, acompanhado de sua primeira mulher Maria Martins brasileira (pernambucana) e toda a sua família. Fixaram residência numa fazenda que denominaram de "Riacho Guimarães", julgando que as águas que passavam pelas terras da fazenda  tratava-se de um riacho. Na verdade, era o nosso Rio Groaíras, um dos afluentes do Rio Acaraú. Ao descobrirem a extensão do que consideravam "riacho", depois de algum tempo, a antiga fazenda tornou-se Vila Guimarães e depois Vila Groaíras, até alcançar a condição de cidade...
Em 1929, Groaíras tornou-se distrito de Sobral, ainda com o antigo nome Riacho do Guimarães. Em 1938, o nome foi reduzido para Guimarães. Em 1950, Guimarães passou a ser denominado Groaíras, quando já era anexado a Cariré, vindo a se emancipar em 1957. Atualmente, do município Groaíras (sede), constam mais cinco distritos: Itamaracá, Boa Vista,Marrecas,Juá e Córrego dos Matos.
As primeiras manifestações de apoio eclesial, ao então Riacho do Guimarães (hoje GROAÍRAS), datam de 1712, quando por doação do respectivo proprietário das terras, Lourenço Guimarães, destinou "cem braços de terra" para a construção de uma capela cujo orago tem como padroeira Nossa Senhora do Rosário.

Foto antiga da Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário.
Igreja Matriz de GROAÍRAS - Ceará - Nordeste - Brasil .
Matriz Nossa Senhora do Rosário - Groaíras - CE
Na casa amarela, na Praça da Matriz, funciona a Casa Paroquial.
Uma das rua de Groairas, no "silêncio da madrugada"....
Essa estrada que passa por Groaíras leva ao Rio Acaraú.
Ponte sobre o Rio Acaraú - Groaíras - Ceará
Groaíras localiza-se no noroeste do Ceará, na microrregião
de Sobral, a 273,3 km de Fortaleza.
Groaíras - Ceará - Nordeste - Brasil - América do Sul...
Antiga entrada para a cidade (clique, para ampliar)...
Atual via de acesso à cidade: Sejam Bem Vindos à Groaíras.
Principal avenida de Groaíras.
Balneário Municipal , à margem do Rio Acaraú.
Barraquinhas, cobertas de palha, dentro do rio...
Rio Acaraú  - Groaíras - Ceará
Ficar sentado, atravessar ou tomar um banho refrescante, no rio...
...não tem preço!
....................................................................................
                                             GROAÍRAS : PAISAGENS & HISTÓRIA... 

..........................................................................................................
 NOTA: Sobre o Pe. Mororó, veja postagens sobre "Confederação do Equador", relacionadas em marcadores, à esquerda desta página.
..........................................................................................................

Fontes: Wikipédia, IBGE, jornal O Povo, Blog Revista de Groaíras.
Fotos: de fontes citadas, Panorâmio, Google.
..........................................................................................................................................
Voltarei, no início do mês de novembro. Meu abraço!   

82 comentários:

  1. Fiquei encantado no desfolhar das fotos que ilustram está lição. Pareceu-me caminhar no tempo, estar lá a compartilhar.
    Vi tantas semelhanças com o meu Alentejo, nos modos e nos momentos.
    Li, mas vou voltar para ler melhor.
    Um abraço
    Só agora vou conseguindo resolver os problemas do meu Blogue.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz, Manuel, que se pareça com o seu Alentejo "nos modos e nos momentos": sinta-se sempre em sua casa!
      Pelo jeito, está mesmo resolvendo os problemas blogueanos rsrs...
      Aguardo, a sua volta...meu abraço!

      Excluir
  2. Maravilhosas cidades fundadas no tempo e carregadas de história.
    Sempre fui um apaixonado por história.
    Fotos excelentes como de costume .
    Se o euromilhões caísse cá em casa iria visitar todo o Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. História, também, é uma de minhas paixões, Coelho. Não é à toa, que venho "viajando" por todo o meu Ceará pesquisando a história de cada município. Desejo que os "euromilhões" caiam em sua casa!
      Obrigada, um abraço...

      Excluir
  3. Um belo trabalho.
    Gostei da fotografia onde as pessoas estão sentadas na barraquinha e dentro de água, que maravilha.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Oliveira, obrigada, pela presença e palavras.
      Realmente, ficar dentro da água de um rio, se divertindo, é maravilhoso.
      Tenha um lindo final de semana,
      meu abraço.

      Excluir
  4. Oi Lúcia,
    Que lugar aconchegante e bonito,
    gosto tanto de cidades pequenas!
    Foi bom conhecer um pouco sobre a história
    de Groaíras, cujo nome tem um significado bem
    interessante.
    Beijos \o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Clau! Lugares assim, pequenos, são ótimos para viver ou passear: adoro! O nome, então, é pura poesia!
      Beijo!

      Excluir
  5. O nome da cidade é muito interessante e bonito pelo seu significado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é bonito o significado, além de bem interessante o nome Groaíras!

      Excluir
  6. Muito bonita apresentação desta cidade com nome curioso na significação.
    Mais um belo trabalho amiga para a historia deste estado cheio de historias.
    A apresentação em vídeo ficou muito boa, parabéns.
    UM feliz Outubro para você amiga e que Deus a ilumine e até Novembro com mais uma boa e bela apresentação.
    Meu abraço com carinho.
    Beijo de paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto muito, também, Toninho!
      Obrigada, amigo, pela sua presença...vou lá, no seu belo canto, há muito não "apareço" por lá!
      Muita paz, com meu abraço...

      Excluir
  7. Tenho perdido tantas letras, mas a vida tem disto, desculpas mentirosas.
    Vamos por a conversa em dia, Lucia.
    A Senhora por essa banda, eu no rebater das ondas, no lado de ca.
    O mesmo cheiro a maresia.
    O meu dos montes agrestes circundantes de uma aldeia, os seus que fazem inveja pelo caudal ao rio da minha terra.
    Mas basta, somos poucos...
    Aceite um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vá recuperando, Xico, aos poucos.
      Pois é, você no litoral, de lá e eu aqui...só o marzão, nos separa!
      Seu comentário, está mais pra poesia: ( e não é mentira) que bonito!
      Retribuo: um beijo!

      Excluir
  8. Mais uma vez, fiquei encantada com as imagens e a história da cidade. Anteriormente a cidade se chamou de Guimarães. É só coincidência ou Guimarães, é nome muito usado aí? Tenho ouvido falar muito de uma Tapada de Guimarães.
    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Elvira, você ficar encantada...é mesmo de encantar, tanto as paisagens, quanto a história: concordo! quanto à Guimarães, como outros inúmeros sobrenomes de família (de origem portuguesa), é muito comum, aqui no Brasil. A CHAPADA dos Guimarães, fica em Mato Grosso, na Região Centro Oeste do solo brasileiro:pesquise pelo google, é linda!
      Obrigada, porvir sempre!
      Meu abraço...

      Excluir
  9. Oi, Lúcia que belo entrelaçamento histórico que você fez entre o passado e o presente de tantas personalidades ilustres. Que admiráveis destinos de como se desenrolam os caminhos de Deus...achei maravilhoso, pois por mais desalentado que seja um passado forjado nas mentes de uma época, sempre é possível reunir pelo Bem um futuro de paz.. O que vocês pensam sobre isso?
    Eu adorei !
    Um abraço, Paz e Bem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Guaraciaba!
      Pos é, quando inicio a pesquisa de uma "nova" cidade/município, busco o que considero mais significativo. Aí, quando há uma personagem que valha à pena inserir na postagem, não tenho dúvida, trago-a para dentro do contexto histórico/social/urbano...enriquece a reportagem (você sabe mais que eu! rsrs..). O cearense, é antes de tudo, um "bairrista", que se orgulha da sua gente (acho que é de qualquer gente)...aí, é possível trazer para o presente/futuro, os importantes fatos históricos, com os personagens que protagonizaram a História...isso, não tem preço...vale infinitamente!
      Bem haja!
      Meu abraço!

      Excluir
  10. Olá Lucia,

    Ótimo artigo sobre Groairas, cuto nome possui um bonito significado.
    Um lugar aparentemente tranquilo de se viver. O Balneário deve ser o ponto alto de lazer da cidade.
    As imagens deram uma boa visão da cidade e gostei muito de conhecer um pouco da história do lugar.

    Ótimo final de semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, Vera Lúcia...bem, você aqui!...lindo, não é, Groaíras: em tudo?...Sou da capital, gosto do litoral mas...troco, um banho de mar por um pic-nic à beira de um rio! ...
      Obrigada, beijo!

      Excluir
  11. O homem sempre procurou viver junto da água. O local parece ser tranquilo, viver ali deve ser bom para o espírito. A história bem retratada. Fazes-me recordar a saudosa Angola.
    Boas férias.
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em qualquer parte do mundo, o homem busca as águas que correm e se instala à margem...é verdade comprovada! Meu marido, de Goa, viveu sete anos em Angola (antes de vir para o Brasil) e comentava sobre as pescarias que faziam em Angola.
      Obrigada, Manuel Luis,
      beijo!

      Excluir
  12. Uma cidade tranquila, onde a vida passa sem atropelos.
    Bom de ver...
    Xêro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Estela, tava com saudades de você...ou já lá, nos seus cantos!
      Groaíras, é uma delícia, né?
      Xêro

      Excluir
  13. Oi, Lúcia! Prazer encontrar alguém da terra, quer dizer, do Nordeste! Sou seu vizinho, sou do Piaui, terra tão quente como a sua.
    Gostei da sua pesquisa, é muito difícil encontrar pessoas que se dedicam tanto a um trabalho desses - que não seja por dinheiro, claro!

    Pelos meus estudos, tomei conhecimento de muitas coisas de que fala, inclusive do Rio Acaraú.
    Abraços, moça!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lourisvaldo, que bom receber um vizinho do Piauí que, na verdade, é bem mais quente, porém, tão hospitaleira quanto o Ceará!
      Obrigada, por ter vindo: retorne, sempre!
      Meu abraço, moço!

      Excluir
  14. Lucia,

    Bela reportagem (interessante e completa), estou compartilhando!

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Sissym... (saudades, de você ! )...beijos!

      Excluir
  15. Gostei particularmente deste post, já que moro em Guimarães, cidade que também é conhecida como o berço da nação porque aqui foi fundado o Condado Portucalense que deu origem ao que hoje conhecemos como Portugal.
    A história dos dois países num eterno entrosamento.
    Beijinhos, uma linda semana
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  16. Pois é Ruthia, lembrei-me logo do Guimarães de Portugal, onde você mora, o "berço da nação"!...o entrelaçamento, é umbelical : mãe e filha!...será pra toda a vida!
    Vou já lá!...beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. os dedos tropeçam muitas vezes no teclado. Comigo também acontece. Quando vem me visitar? Não aO Berço do Mundo mas a Guimarães, Portugal, em carne e osso?
      Muitos beijinhos, uma linda semana primaveril

      Excluir
    2. No ano passado comecei a planejar ir à Europa, com "quartel general" em Lisboa mas, com o nascimento da neta, Louise, agora em outubro, estou adiando, a tão sonhada viagem. Mas ainda está de pé e vou, de "carne e osso" conhecer você e rever nosso querido Portugal!
      Beijos primaveris, Ruthia!

      Excluir
  17. Muito interessante o trabalho que você desenvolve da divulgação das cidades de sua terra. Parabéns por tão valioso trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito amor, pela terrinha, Rangel! Quero que todo mundo conheça o Ceará, ao menos seus municípios - todas as cidades, eu não "daria conta" rsrs. ...
      Obrigada, pela presença aqui!

      Excluir
  18. Lúcia, tive um grande amigo que morava em São Paulo e que era originário de Iguatu, neste maravilhoso Ceará. Você pode nos falar sobre Iguatu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Alfredo,como você deve ter percebido, desde o início desse "serie", Do CEARÁ, cidades de A a Z...venho descrevendo e ilustrando as cidades que são emancipadas, ou seja, são municípios, seguindo "rigorosamente" uma ordem ALFABÉTICA. Propus-me a fazer um trabalho didático/pedagógico. Assim, como IGUATU é uma cidade/município será apresentada aqui no seu devido tempo e lugar (risos)...A letra I já está perto, portanto...com certeza, falarei do querido Iguatu!

      Excluir
  19. O balneário municipal parece coisa d´outro mundo, mas não me importava nada de estar numa dessas barraquinhas cobertas de palha, dentro do rio!
    Deste excelente artigo uma coisa de que gostei muito foi voltar a "ouvir" a expressão: "tomar banho" é que hoje (aqui) para a gente mais jovem é nadar!
    Eu fui muitas vezes tomar banho ao rio ou simplesmente ficava sentada a conversar de dois assuntos: de tudo e de nada. Coisas de outros tempos, já que hoje o rio da minha aldeia está ao abandono :-( juro que não entendo esse comportamento, pois rio é água e água é vida.
    Um abraço de amizade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Paula, só hoje, pude vim "dialogar" com você!
      Nesses lugares, onde há rio, é muito comum surgirem balneários que são verdadeiros paraísos. "Tomar banho", é expressão corriqueira, pelo lado de cá...
      Obrigada, por seus comentários, sempre muito bem vindos.
      Forte abraço, amiga!

      Excluir
  20. Oi Lucia, hoje passando para lhe deixar um abraço de paz e luz.
    Desejar que a semana esteja a fluir belamente.
    Beijo de paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Toninho! Obrigada, amigo, tudo de bom, pra você.
      Beijo, querido amigo!

      Excluir
  21. Voltei para voltar a ler, saborear cada palavra e deliciar.me com tanta e, tão belas, imagens.
    A pouco e pouco tenho resolvido estas coisas que as tecnologias nos arranjam
    Já recupere ma parte o resto virá depois.
    Beijinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Manuel, estou em falta, nas visitas ao seu blog: vou já lá!
      Fico feliz, que esteja resolvendo os problemas tecnológicos. Já passei por muitos, por cá rsrs...
      Beijo!

      Excluir
  22. Lúcia mais um trabalho incrível e um passeio maravilhoso, obrigado pela partilha.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Maria...você é sempre bem vinda!
      Beijos,
      da Lúcia

      Excluir
  23. Pois, ainda não é Novembro.
    Deixo um abraço de muita amizade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois ainda não e, Manuel...mas, tá bem pertinho!
      Meu abraço afetuoso, amigo.

      Excluir
  24. Respostas
    1. Melhor ainda é saber que gostaram, Bárbara e Érika! ...beijos!

      Excluir
  25. Querida Lúcia

    Depois de um certo tempo de ausência, voltei para me deliciar com os seus trabalhos. Estive já a passear por essa bela cidade de Groaíras que deve a sua fundação a um natural dos Açores. É interessante como tenho encontrado algumas pessoas dos Açores nesse imenso Ceará. Penso que já aqui fez referência a algumas delas. Encanta-me nessa cidade esse pendor ainda um pouco natural, não tendo sido ainda invadida pela loucura citadina do trânsito e outros atavios. Encantou-me ver as pessoas sentadas com o pé dentro de água. A água de coco engarrafada é uma novidade para mim. :) Talvez o sinal dos tempos...

    Minha amiga, desejo-lhe um regresso em grande com uma cidade dessa linda terra.
    Cá estarei à sua espera.
    Beijo
    Olinda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sempre tão bom, tê-la aqui, Olinda! Senti saudades,minha amiga!
      Na época do império português, meados do século IX, vieram muitos açoreanos para o Ceará, e nessa "leva", veio junto um meu bisavô paterno, da Ilha de São Miguel. Gosto, da herança que nos legou o colonizador português!
      Obrigada, querida amiga, por ter vindo, até o próximo encontro...
      Beijo, da Lúcia...

      Excluir
  26. Oi Lucia
    Assisti o vídeo e fiquei com dó da forma que foi morto o padre.
    Uma cidadezinha gostosa com um lindo rio para se refrescar.
    Adorei.
    Beijos
    ninicontista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aquele período da monarquia foi "dureza", amiga: muitos foram condenados à morte e prisão perpétua.

      Obrigada, Dorli, pela visita!
      Beijos, minicontista!

      Excluir
  27. Olá Lucia, boa noite! Adorei conhecer este teu belíssimo espaço, e conhecer igualmente a tua cidade, te muito bem aqui nos mostras e descreves.

    Voltarei aqui minha amiga.

    Beijinho!.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Mário, volte sempre, será um grande prazer!
      Beijo!

      Excluir
  28. Olá Lucia, boa noite! Adorei conhecer este teu belíssimo espaço, e conhecer igualmente a tua cidade, te muito bem aqui nos mostras e descreves.

    Voltarei aqui minha amiga.

    Beijinho!.

    ResponderExcluir
  29. Groaíras, nome difícil até de pronunciar, mas você estudiosa como é, soube nos informatr com maestria do nascimento dessa cidade e seu rio encantador! Só lhe digo: Parabéns pela exposição! Abraço forte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é fácil, a pronúncia, mas foi fácil pesquisar sobre Groaíras, a internet é rico "mundo"! Sendo professora, uso a didática pra expor e, aí, tudo flui!
      Meu abraço, Maria Luza!

      Excluir
  30. Que pena que não tivesse ficado com o topónimo de Guimarães! Há a sua razão e quer um nome quer outro o que importa é ter ficado a saber mais quando for desta casa maravilhosa onde se aprende tanta coisa!
    Obrigada, minha querida Lúcia e agradeço muito o tanto que me enriqueço aqui!
    Ternurento e grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, minha amiga, seria bacana ser homônima da Guimarães portuguesa, como existem várias no Ceará e em todo Brasil. Meu avô paterno, é de Vila Flor, no Rio Grande do Norte (por exemplo).
      Meu carinhoso abraço, querida Manu...

      Excluir
  31. O nome da cidade tem um belo significado. O balneário é encantador.
    Eu ando meio devagar com os blogs (rss), mas gostei demais desse passeio que me proporcionou. Suas postagens são esclarecedoras e ricas. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito interessante isso, né Marilene?...isso, graças ao nosso povo indígena, no seu amor à Terra, às coisas da Natureza!
      Obrigada, per sua querida presença, beijos!

      Excluir
  32. Oi Lucia uma passadinha para lhe desejar um feliz fim de semana e já esperando a nova cidade deste belo estado rico de historias e belezas naturais,
    Abraço e beijo paz amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Toninho, obrigada, volte sempre, amigo querido!
      Tenha um feliz final de semana, em plena paz...meu abraço!

      Excluir
  33. Dia 1 cá estarei.
    Bom fim de semana. Beijinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido Manuel, agradeço a sua presença, retribuo o desejo de um feliz final de semana, mas...só terá "nova cidade", depois de "finados": combinado?
      Beijo!

      Excluir
  34. Os teus Roteiros Histórico descritivos são
    "mel que os pássaros gostam" e os Espíritos se alegram aprendendo.
    Entendo haver conhecido, contigo, mais do Brasil, do que toda a minha vida, por outros meios.

    Beijos
    SOL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E você, SOL, é das mais poéticas das abelhas, que por aqui passam, para conhecer essa terra irmã / filha lusitana!...e veja que é só um "pedaço", do torrão brasileiro!
      Obrigada, mano!
      Beijo,
      da Lúcia

      Excluir
  35. Lúcia,
    A sua cadeirinha
    tem muito que contar
    o muito que tem lá dentro
    satisfaz-se a partilhar.

    Um beijinho :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eis que outro mano/amigo/poeta, português, chega-me com uma bela/ singela quadra, a descrever minha doce cadeirinha!!!
      Só tenho a dizer meu "obrigada" e retribuir com o meu "beijinho", AC!

      Excluir
  36. Lúcia,
    A sua cadeirinha
    tem muito que contar
    o muito que tem lá dentro
    satisfaz-se a partilhar.

    Um beijinho :)

    ResponderExcluir
  37. OI LUCIA!
    COMO É BOM VIR AQUI E CONHECER SEMPRE UM PEDAÇO A MAIS DESTE NOSSO LINDO BRASIL.
    MUITO BONITA A QUADRA DO "A.C, mereces a homenagem.
    abrçs
    -http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lani, é muito bom ter você aqui.
      Também achei uma linda quadra, AC é só gentileza!
      Meu abraço!

      Excluir
  38. Bom dia de segunda e boa semana
    passando para deixar um abraço ver suas postagens
    maravilhosas, e convidar para me visitar e participar do
    sorteio que farei para o Natal aguardo sua visita bjussss


    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Rita, obrigada...vou lá sim, que bom, é mês que vem, o Natal. Beijos, da Lúcia!

      Excluir
  39. Olá Lucia, boa tarde!

    Aqui estou eu de novo, nesta tua "casinha", para te desejar uma excelente semana com tudo de bom.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja sempre bem vindo, Mário! Obrigada, desejo-lhe também uma excelente semana com tudo de bom. Beijo!

      Excluir
  40. Muito lindas as fotos, lugares maravilhosos, amei ver!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  41. Olá Pessoal, boa noite, estou tentando montar o quebra-cabeças da genealogia dos Feijó e dos Melo de Groaíras. Alguém tem alguma dica? luciano.morais.melo@gmail.com

    ResponderExcluir