quinta-feira, 8 de agosto de 2013

BOA VIAGEM

Do CEARÁ : cidades de A a V (XXX)
MONUMENTO AOS FUNDADORES DE BOA VIAGEM - CE
Com indumentárias do século XVIII, quando aí chegou o casal pioneiro,
vindo a desenvolver suas raízes, deixando grande legado aos descendentes.

Desta vez, para dizer um pouco de uma cidade cearense, nesta postagem que versa sobre BOA VIAGEM,"tocou-me" um sentimento muito especial, pelo fato de sua  história estar envolta por uma bela "áurea de amor", entre  um homem e uma mulher. Mais especial ainda, por serem, este homem e esta mulher, nada mais, nada menos, que os pentavós de um diletíssimo amigo meu:Fernando (Araújo Farias).
Sendo este meu amigo Fernando, um pesquisador, um historiador, um genealogista - dentre outros magníficos substantivos - antecedidos pelo adjetivo "admirável", em todos eles - "apelei" aos seus SABERES  e ele, gentil e prontamente, enviou-me, por e-mail, um excelente - inédito - estudo seu, :Boa Viagem - Raízes Históricas. Do capítulo 1- O Romance -  "pincei"  aquilo que considerei  mais importante, para a presente postagem e, tentando não "mutilar" o texto original, digitarei abaixo, em transcrição quase integral, os trechos que selecionei, após uma deleitosa, e criteriosa leitura.
( NOTA minha - Lúcia Bezerra de Paiva) : sinta-se, caro leitor, como se estivesse vendo, a seguir, o capítulo 1 do  trabalho (inédito) Boa Viagem - Raízes Históricas, de  F. Araújo Farias (com alguns "cortes", procedidos por mim, com o único intuito de resumir para apresente postagem).

BOA VIAGEM
RAÍZES HISTÓRICAS

F. ARAÚJO FARIAS

1- O Romance
               Da pena do jovem, perspicaz e itinerante professor primário Manuel Ximenes de de Aragão (neto), nascido em Sobral no dia 07.10.1807, filho de José Francisco de Aragão e Raimunda Francisca Xavier de Matos, provém a original história de Boa Viagem, assente numa bela trilogia: o amor de um jovem casal, salvo sob as bênçãos de Nossa Senhora, e narrada pela prodigiosa memória de uma pobre criança, destarte envolta num manto de pureza e encantamento (...).
               " A pouca idade, que eu tinha naquele tempo, não permitia que minha memória guardasse fatos ou circunstâncias algumas vistas por mim num lugar para dar hoje dellas alguma relação; só sim me lembra que em Boa Viagem existia huma mulher octogenária chamada Maria do Ó de Carvalho, filha do fundador da Capella de N. Senhora de Boa Viagem que alí se vê". (...) .
               "(...) Fosse enfim o que fosse, o certo é que desde esse tempo, em que contava apenas 3 anos de idade, mais ou menos, ficarão-me gravados na minha memória as expressões da boa velha, entendendo cá pra mim que elas não são mais que um despertador que nos diz em duas palavras - cuida na tua vida que a morte é infalível".
              "Já disse que a mulher de quem acabo de tratar, era filha do fundador da Capella de Boa Viagem: cumpre referir agora em poucas palavras, o que me contou acerca desse homem, e a edificação da Capella.. He este o caso: Appareceo neste lugar hum homem desconhecido trazendo em sua companhia uma moça branca e bem parecida"
              "Algum tempo depois de sua chegada soube-se que elle raptara aquella moça pertencente a huma família principal do Icó; que o pai e os irmãos dela levando muito mal o negócio disposerão-se a persegui-los e procurá-los com o maior empenho, e que finalmente se poserão  em seu seguimento"
              "Antonio Domingues, que assim se chamava o raptor da moça, conhecendo o perigo em que se achava se tivesse a desgraça de cahir nas mãos de seus inimigos, que, além de rancorosos caprichos, recorreo a Mãi de Deos, prometendo-lhe que se visse saído d'aquelle iminente perigo, levantaria ali huma Igreja a sua custa com a invocação  de Boa Viagem, e não obstante, tomou a cautella de se occultar-se até ver o que se passava".
               "Vierão com effeito os inimigos delle em seu encalço, mas forão tão infelizes em sua viagem, que apenas um só poude chegar distante - Cavallo Morto - duas léguas, e ahí morreo de huma dor deixando todos os outros companheiros doeentes pelo caminho".
               "Então Antonio Domingues vendo-se livre da perseguição, sahio de seu esconderijo, casou com a moça e edificou a capella, mudando o nome do lugar, de Cachorro-Morto para Boa Viagem".
                "Este homem foi o progenitor de um povo numeroso, que hoje habita pelas freguesias de Quixeramobim, Crateús e Serra dos Cocos (sic)".(Os destaques são meus e foi mantida a grafia original).(Memórias do Professor Manuel Ximenes de Aragão- Revista do Instituto do Ceará-RIC- Fortaleza 1913 ps 47\157. O autor destas notas morreu já muito idoso, pobre e cego na cidade de Fortaleza.) 
NOTA da autora deste blog.:
Do capítulo 2 - A Fuga -As Versões, do estudo (inédito) Boa Viagem - Raízes Históricas, de F. Araújo Farias, "pincei" mais um trecho para que o caro leitor possa entender  melhor o enredo do Romance entre Antonio Domingues Sancho e Agostinha da Silva Carvalho,  o casal que  foi o "nascedouro" da cidade de Boa Viagem ( antes designada Cavalo Morto).
Diz o autor:
            Da narrativa de Manuel Ximenes de Aragão que trata abreviadamente do rapto, várias interpretações surgiram em sucessivos estudos genealógicos e históricos por nós pesquisados; No entanto, de logo deve ficar entendido que a fuga do casal certamente ocorreu em torno de 1731\1732, como adiante esclareceremos. O primeiro - como os demais - tendo por objetivo a genealogia das Sete Irmãs Carcará, trazendo suas origens dos Fernandes Vieira, no Ceará, do notável fidalgo ilhéu madeirense João Fernandes Vieira, herói da guerra contra os holandeses, em cuja linhagem situa Agostinha da Silva Carvalho: " 3- Agostinha da Silva Carvalho, foi raptada pelo pernambucano Antônio Domingues Sancho, casaram-se em Marvão, Piauí, de volta a Icó, e após as pazes com a família, mandaram construir uma capela em "voto" a boa viagem, cujo nome deu origem a cidade de "Boa Viagem", mais tarde foram morar em Quixeramobim..."  (sic) Francisco Ferreira Lima [  Genealogia das Famílias Fernandes Vieira e Ferreira Lima - Edibrás Editora Ltd- RJ., 1972, p.11]. 
...................
( NOTA:Peço vênia, ao autor,F. Araújo Farias, pelos "lapsos" que eu porventura haja cometido).
.................. 
No"coração" do Ceará, uniram-se Antônio e Agostinha.
No Sertão Central, está Boa Viagem, a 217 km de Fortaleza.
Quase chegando, em Boa Viagem- Ceará -Nordeste  - Brasil
Foto de Boa Viagem, na década de 1950. (Clique,para ampliar).
Observe a Igreja Matriz, ao centro (desconheço a data da foto)
Vista aérea de Boa viagem, em 2006 (foto google)
Rodovia que corta a cidade de Boa Viagem. (amplie, clicando).
Igreja Matriz Nossa Senhora da Boa Viagem.
A Matriz de "perfil", vendo-se à frente o Monumento aos Fundadores.
Monumento aos Fundadores de Boa Viagem... com o Cavalo Morto.
Antônio  Domingues Sancho e Agostinha da Silva Carvalho.
Estátua de Nossa Senhora da Boa Viagem., à entrada da cidade...
...a Padroeira, localizada à entrada da cidade de Boa Viagem.
Boa Viagem possui, além desse patrimônio imaterial, que é a sua belíssima história - um grande número de patrimônio material, tais como: CASARÕES, RIOS, CACHOEIRAS, AÇUDES, SÍTIO ARQUEOLÓGICO...ETC...fazendo jus, à sua designação de BOA VIAGEM, para quem lá chega e se encanta...
Casa das Almas (edificação de 1840) - Boa Viagem-Ceará
Ponte sobre o rio Boa Viagem...
Cachoeira das Almas.

Açude Vieirão
Figuras rupestres, no Sítio Arqueológico Lages dos Rogérios...
................................................................................
Fonte: Trabalho (inédito) :Boa Viagem -Raízes Históricas de F. Araújo Farias; Wikipédia, site da Prefeitura de Boa Viagem. Site da Associação dos Filhos de Boa Viagem (AFBV).
Fotos: Panorâmio; Google e de alguns sites citados.
................................................................................
Estarei de volta, na próxima 5ª feira. Abraços!

85 comentários:

  1. Olá cara Lúcia!
    Só o nome da terra já é uma simpatia! "BOA VIAGEM" !
    Quando se começa a ler os seus comentários o interesse aumenta.Que bela história de amor!
    Parabéns pelo seu trabalho tão valioso! Você presta um enorme serviço à cultura do seu Brasil e, através do seu blog, à cultura de todos nós.O meu agradecimento.
    Um beijo.
    M. Emília

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, minha querida Maria Emília!
      Gosto imenso, também, foi uma ideia iluminada, esse batismo, a condizer com a história.
      Obrigada, aprecio muito a sua vinda e tão generosas palavras.
      Beijos,
      da Lúcia

      Excluir
  2. OI,Lúcia...que história interessante possui esta cidade em suas origens e como se estruturou em sua psicologia social...
    perpetuada de tal forma que parece que até hoje é marcada pela presença tão forte dos personagens e da cena histórica.Pela presença da santa Nossa Senhora da Boa Viagem
    como causa e razão do sucesso da aventura de amor e como permanece como uma constante presença.Muito lindo com se estruturou toda essa realidade. Em tempo, você citou a presença das sete irmãs que vieram da ilhas portuguesas da Costa africana e das quais as principais famílias antigas descendem?...eu já ouvir falar sobre isso mas confesso não sei se se trata do mesmo com relação a outras regiões do Brasil e gostaria de uma indicação de leitura sobre o assunto, se não for abuso da minha parte.
    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeita, a sua análise,Guaraciaba. Tudo tão belo, tão romântico. Não conheço a cidade mas pretendo lá ir em breve. Quanto às "sete irmãs" já as vi citadas em vários estudos genealógicos mas pouco sei, mas tenho curiosidade em apurar bem sobre "elas". Vou solicitar a que é especialista no assunto que o autor, meu amigo, Fernando Araújo Farias. Aguarde. Obrigada, porvir sempre e fazer tão rico comentário. Um abraço.

      Excluir
  3. Oi Lúcia,
    Andei de Bela Cruz a Boa Viagem...e que romântico! Antigamente as moças eram raptadas por seus admiradores, pra se casarem... e por sorte nesta história, Nossa Senhora "Mãi de Deos" matou o cavalo, impedindo assim uma desgraça.
    Uma capela linda na sua simplicidade.
    Xêro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Estela!
      Essas viagens parece lhe agradar muito e que bom! Cada história, tão cheias de encanto que dá gosto conhecer.Era assim mesmo: o casal fugia, para casar, devido à "honra" da donzela. Nesse aí, quase se transformou em tragédia. Adorei, fazer este post.
      Xêro.

      Excluir
  4. Querida Lúcia
    Este fim de semana vou passá-lo a BOA VIAGEM,pois tem belos monumentos - estátuas!
    O seu amigo escreve admiravelmente.Todas as histórias de amor são lindas,mas esta poderia ter sido trágica.Pelas boas estradas que nos mostra,já vi que podemos fazer uma ótima viagem,para chegar a BOA VIAGEM.
    As igrejas são sempre tão lindas!Tão bem conservadas,tão bem pintadas!E a fotógrafa é ótima. Belas paisagens! Figuras rupestres! esta cidade foi habitada há muitos...séculos atrás,diria eu.
    Muitos parabéns por mais este encantador trabalho.
    Vou aproveitar para agradecer os comentários que me fez,pois pelo Gmail,e não é só com a minha amiga,não dá.Vem tudo devolvido.
    Vou começar pelo comentário feito ao Dueto ORA TU/ORA EU: Senti
    uma prova de muito carinho por nós.Eu delicio-me com as «viagens» ao Nordeste Brasileiro,através da sua«Agência de viagens»:a propaganda é toda verdadeira e sem fins lucrativos. Agora fiquei muito contente por saber que,ao ler-nos, também se delicia. Se eu soubesse como fazer,colocava música de fundo,mas o meu Desk está sem som.Agradeço os parabéns pelas duas.
    Quanto ao outro comentário:
    No Ceará,não há morangos?! Trata-se de uma planta que é capaz de nascer espontâneamente,como as amoras,nos silvados.Será pelo clima?!
    A propósito da MUIÉ RENDEIRA,devo dizer que,na casa dos meus pais,na aldeia,temos um piano e muitas músicas em pautas.Essa é uma delas.Fazíamos muitos saraus,quando vivíamos permanentemente lá,em família e com um casal amigo,cuja esposa tocava muito bem piano,tal como a minha Vóvó. Eu gostava muito de cantar...e ainda gosto.Há letras e estribilhos de que nunca mais me esqueci.
    Lembro-me de Aquiraz(como poderia esquecer?!!!),mas,naquela altura,não me ocorreu.
    Um ótimo fim de semana.
    Beijinhos da
    Beatriz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Beatriz está mesmo apreciando viajar pelo nosso Ceará. Fico feliz com a sua presença, minha amiga. Sei que sempre a terei por aqui, o que me proporciona um imenso prazer.
      Deleito-me, quando leio os versos seus e da Manu. O meu e-mail do Gmail,tem dado problemas não consigo acessá-lo. Quanto aos morangos, é possível que tenha lá pela região serrana mas nunca vi. Sei que vem de outras paragens. Só vi plantação de morangueiros em Juiz de Fora, Minas Gerais. Fiquei encantada por saber dos saraus e que entoavam MUIÉ RENDEIRA. Também gosto de cantar. Obrigada, pelo interessante comentário.
      Bom final de semana.
      Beijos,
      da Lúcia

      Excluir
  5. Adorei mais essa aula de histótia e achei interessante o monumento com o cavalo ao chão, morto! beijos,linda semana,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Chica, que bom saber que gosta de história.
      Obrigada, por vir sempre. Bom final de semana, beijos da Lúcia.

      Excluir
  6. Olá Lúcia....
    Que linda história de amor...!!!
    Que bonita cidade....!!!
    Que belo texto que aqui nos traz acompanhado de fotos que facilmente permitem imaginarmos que estamos naqueles locais maravilhosos...
    É mais um excelente trabalho que aguça o apetite para uma viagem ao Ceará...
    Parabéns...
    Tenha um bom fim de semana Lúcia
    Um abraço
    Albertina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre bom, tê-la aqui, Albertina, apreciando as minhas postagens. Obrigada. Essa história de Boa Viagem é de encantar aos que gostam da história de uma cidade e da sua gente. Bom final de semana.
      Um abraço,
      da Lúcia

      Excluir
  7. Oi, Lúcia! Gostei demais das estátuas e do texto com ortografia original. Postagem diferente e muito interessante. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ceres! São muito interessantes, essas estátuas.Não podia e nem devia, alterar o texto, atualizando a ortografia. Assim é bem mais interessante.Obrigada, por vir sempre. Beijos!

      Excluir
  8. Respostas
    1. Para quem gosta e "vive" História,imagino mesmo que tenha apreciado bem,Marta.

      Excluir
  9. Maravilhosa postagem! Lindas imagens!
    Beijos e um maravilhoso final de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Marta, obrigada. Estou devendo-lhe uma visita.
      Bom final de semana. Beijos!

      Excluir
  10. Lucinhamiga

    Sobre este BOA VIAGEM só há que te desejar uma... boa viagem pelo Ceará. Até aqui ela tem sido óptima; por isso vai continuar também... óptima!

    Xêros da Kel 6 Qjs para tu

    Henrique

    Na nossa Travessa está decorrer uma polémica sobre "comentários nos blogues". Queres participar? Espero que sim...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é à toa que tenho uma Cadeirinha de Arruar, Fereiramigo. Já notei que você também gosta de arruar.
      Venha sempre que puder e traga a Kel junto. Ontem fui lá Travessa e já comentei. Gostei da postagem do SOL.
      Xêros na consorte e nim tu.
      Lúcia

      Excluir
  11. Olá querida!
    Bom dia!
    Desculpa minha ausência, mas estava com dificuldades para entrar em alguns Blogs.
    Linda a viagem que acabei de fazer com você querida amiga, adorei viu?
    Grande beijo em seu coraçãoi e tudo de lindo sempre, até uma outra viagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Maria Teresa!
      Também andei com essas dificuldades, vez em quando acontece. É sempre um prazer, recebê-la, obrigada, pelo carinho. Um beijo carinhoso!

      Excluir
  12. Lúcia, esse post foi mesmo uma viagem, adorei!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E foi muito prazerosa, a sua vinda, Nélia. Obrigada!
      Beijos...

      Excluir
  13. Gostei do texto e as estátuas são bem interessantes! Diferentes do que estamos acostumados a ver!

    Tem tb suas belezas!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apenas as NOTAS são minhas. O texto é mesmo excelente.
      Acho uma "graça" as estátuas, por isso há em várias posições. Obrigada, Camila... Beijos!

      Excluir
  14. Minha querida, só você para fazer um trabalho tão belo...
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom que você retornou, Malu querida.
      Obrigada e um forte abraço.

      Excluir
  15. QUE BELEZA DE TRABALHO DESTA MEMORIALISTA NATA,QUE TRABALHA C/ CARINHO,ATENÇÃO E SENTIMENTO.
    BJS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você sabe, minha amiga baiana, a importância de se resgatar a memória. Obrigada, Miriam.
      Beijos

      Excluir
  16. Esta é uma terra abençoada, pois encerra nas suas raízes uma bela história de amor e um nome auspicioso. Como o seu post, belíssimo e auspicioso.
    Parabéns também ao seu amigo, pelo belo relato.
    Um doce domingo
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo abençoada, Ruthia, essa terra, não há como negar.Até ao idealizar o batismo de uma terra.
      Meu amigo, já lançou vários livros, na área de História e Genealogia.
      Obrigada, um beijo e boa semana.

      Excluir
  17. É sempre bom vir aqui conhecer mais sobre as histórias de uma terra tão rica de patrimônio cultural, parabéns!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caríssimo Campani, é sempre prazerosa a sua visita.
      Obrigada. Beijos!

      Excluir

  18. Minha cara Amiga

    Fiquei deliciada com a história romântica deste casal fundador da Boa Viagem, casal 'nascedouro' das gentes dessa cidade.

    Gostei muito da documentação e do trabalho que teve na selecção das passagens para nos facilitar a leitura, bem como das fotos.

    Achei a Cachoeira das Almas um lugar bem repousante onde não me importaria nada de passar uns bons momentos. :)

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem bom, Querida Olinda, a sua vinda aqui, registrando generoso comentário.Essa, é a forma que encontro, para "prender" o leitor em agradável leitura. As imagens legendadas, complementa bem a matéria. Obrigada, amiga.
      Beijos,
      da Lúcia

      Excluir
  19. Que linda história de amor. Imagino quantas histórias ainda iremos conhecer.Riquezas, belezas e encantos nessas viagens em sua companhia. Fico admirada com tantos detalhes que você em sua pesquisa nos trás. Um trabalho minucioso onde se sente a sua total dedicação. Obrigada Lúcia.
    Fiquei também sensibilizada com suas palavras tão carinhosas lá no expresso. Te agradeço imensamente.
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda, linda! Muitas histórias, ainda virão, Lourdinha. Sinto muito prazer e me enveredar por esses rincões cearenses, garimpar muito "ouro" e compartilhar com quem aqui vem. O seu expresso é cheio de maravilhas, amiga.
      Obrigada.
      Beijos

      Excluir
  20. Oi Lúcia.
    Vendo as postagens anteriores você me fez lembrar que na época que fui para Fortaleza, estive também na praia das Fontes e em Morro Branco onde trouxe o copo de areia desenhado pelos artesões.
    Bela Cruz e Boa Viagem. Encantei-me com a linda história de amor que originou a cidade de Boa viagem.
    Como é bom conhecer a história de Ceará através de você. É tudo lindo aí. Um dia pretendo voltar.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem vai a Morro Branco sempre leva uma daquelas lindas garrafinhas, são mesmo lindas. Cada cidade com a sua beleza e peculiaridades. Venha, revisitar o Ceará, Elisa, há sempre muito para se ver.Obrigada, pela visita.
      Beijos.

      Excluir
  21. Lucia!

    Adorei saber! Gosto de ler informações que não conheço. Este Brasil é tão grande, tem lugares encantadores, historias, culturas diversificadas, obrigada por compartilhar!

    Aqueles monumentos são tão interessantes. Sabe, faz lembrar miniaturas que são vendidas em feirinhas de artesanatos!

    Um beijo, bom domingo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sissyn!
      Há sempre muito o que se aprender, com a história de um lugar. Tenho um prazer imenso, em compartilhar o resultado da pesquisa que faço. Obrigada, por vir sempre.
      Boa semana, beijos!

      Excluir
  22. Lucia

    obrigado pelo seu carinho y visita a meu blog.

    gosto de aprender suas narrativas sâo lindas .quanta riqueza há nesse belo paraíso. Brasil.obrigado por partilhar.

    bom domingo.

    beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há muito não ia visitar-lhe. Gosto, da sua página, Bráulio. Agradeço, por ter vindo e pelas suas palavras.
      Boa semana.
      Beijos.

      Excluir
  23. Uma cidade que nasce de uma história de amor só pode ser uma bela cidade.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É de encantar, o amor dos pioneiros tornaram Boa Viagem mais bonita, sim.
      Boa semana, Elvira.
      Um abraço.

      Excluir
  24. Saudações Lucia, vim retribuir sua gentileza. Obrigado pela visita e comentário.
    Cordial abraço, saúde e paz interior.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei tanto do seu blog, Milton!
      Obrigada, pela retribuição e carinho.
      Muita paz, um abraço.

      Excluir
  25. Lucia, encantei-me lendo a história da cidade Boa Viagem, as fotos lindas, o amor do casal fundador que data do séc XVIII!
    Amo ler histórias antigas, por falar nisso estou lendo "As Tardes de Um Pintor" de Teixeira e Sousa.
    Seu blogue está cada vez mais interessante, voltarei para ler as outras postagens!
    Parabéns, tens um lindo dom, nos passa coisas lindas, as fotos então, encantam!!!
    Abraços amiga, obrigada por compartilhar essas riquezas e pelo carinho da visita lá no meu recanto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ivone. Vejo e sinto que a história que originou Boa Viagem tem encantado a todos. É mesmo muio linda.Não conheço o livro que está lendo, pela epígrafe leva a crer que é uma bela história.
      Gosto do seu recanto, Ivone.
      Receba meu abraço, amiga.

      Excluir
  26. Oi amiga,
    Esse homem deve ter amado muito sua mulher, pois ele teve sorte, pois dificilmente, naquela época sairia vivo.
    Um casamento, uma capela e um amor. Que Maravilha! daí o nome da cidade de Boa Viagem.
    Que linda estória de amor!
    Adorei ler todo o relato com atenção
    Obrigada
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho essa mesma impressão, Dorli. Só um grande amor levava um homem, naquele tempo, a enfrentar uma família inteira e conseguir realizar o seu intento.
      Obrigada, por vir sempre e deixar o seu registro.
      Beijos,
      da Lúcia

      Excluir
  27. Aqui, há cultura e beleza. Não conhecia essa história e amei o que li, assim como as imagens. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Marilene. Essa história,é pouco divulgada, espero que eu esteja contribuindo para divulgá-la.
      Beijos!

      Excluir
  28. muito interessante com imagens muito belas.
    obrigada pelo carinho nas visitas ao meu espaço.
    uma boa semana.
    beijo

    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Piedade,por vir sempre e com tanto
      carinho, nos elogios. Um beijo!

      Excluir
  29. Excelente este documentário ainda mais porque sobre ele versa uma bela história de amor.
    Parabéns pela abordagem dos temas. Gostei muito.
    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Menina Maroto, a sua vinda e comentário.
      Obrigada, sempre. Abraços!

      Excluir
  30. Lindas fotos e texto.
    Tenha uma semana abençoada. Bjs

    ResponderExcluir
  31. Olá Lúcia! Agradeço-lhe a gentil visita e comentário em meu blog. Estou também a segui-la porque fiquei encantado com a leitura de sua postagem sobre a origem da cidade de Boa Viagem. Sou também historiador e amo essas histórias, onde pessoas corajosas adentraram o sertão e construíram famílias e vilas, que depois se tornaram grandes centros urbanos.
    Um grande abraço e tenha uma bela semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu blog é de excelência, Augusto!Será um prazer segui-lo. Propus-me a publicar um pouco de cada cidade cearense,para divulgar a diversidade de cada região do estado, do litoral ao sertão, de Norte ao Sul.Obrigada e um grande abraço.

      Excluir
  32. Bacana, Lúcia! Não sabia dessa cidade, lembrei da praia de Boa Viagem em Recife, minha cidade natal...

    Post MUITO BOM! O monumento aos fundadores me chamou à atenção!

    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Anete. Conheço e adoro, a Boa Viagem de Recife. Seu berço, é lindo!
      Um beijo

      Excluir
  33. Querida Lúcia

    Num destes dias vou ficar embaraçado sem saber se te hei-de "glorificar" como Historiadora/Documentalista ou se "deva" dizer (Comentar) algo sobre as maravilhas que nos mostras.
    Fico na minha!.
    Parabéns.


    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SOL, querido amigo. Suas palavras são verdadeiros poemas. Obrigada! Venha sempre e aprecie à vontade,
      sua vinda deixa-me feliz.
      Beijos,
      da Lúcia

      Excluir
  34. Eu só tenho a dizer nessa
    simples mensagem , que estou deixando com muito Amor
    para você.
    Tu fazes parte das amizades doces da minha vida ,
    que se importa comigo .
    Nem sempre consigo agradar ou mesmo
    estar em visita constante.
    Eu só desejo ser uma amiga importante na sua vida
    jamais sonhei e em nem desejei perder amizade
    e carinho , que sempre recebi de quase todos
    aqueles , que de alguma forma eu
    magoei deixo meu pedido de perdão.
    A vida é curta nossos momentos breves
    eu ainda acredito na força do amor.
    Beijos ternos e carinhosos de alma e coração..
    Evanir..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A sua mensagem, querida Evanir traz grande prazer e alegria,ao demonstrar esse ser tão especial que você é.
      Agradeço de coração e desejo-lhe tudo de bom nessa vida.
      Um beijo muito carinhoso,
      da Lúcia

      Excluir
  35. .

    .

    . a história . assim imagética . em céus de azul e bonitas igrejas matrizes . perdurará no infinitude do tempo .

    .

    . um grande beijinho .

    .

    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procuro trazer a história sempre aliada à imagem. Sinto que a matéria se enriquece, torna-se mais compreensiva a quem vem aqui apreciar.
      Obrigada,
      um beijo!

      Excluir

  36. Olá Lúcia,

    Excelente artigo.
    A história do casal fundador de Boa Viagem é muito envolvente e linda. Adorei a oportunidade de ler e de desfrutar deste interessante e rico passeio.
    Ótimos registros fotográficos.

    Excelente semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vera Lúcia
      Obrigada. É mesmo muito envolvente, a história de Boa Viagem. Que bom, tê-la aqui, neste passeio.
      Bom final de semana.
      Beijo

      Excluir
  37. Boa tarde com muita alegria!
    Agradecer o seu carinho é divino
    Viajei mais um pouco por esses lugares tão bonitos
    Abraços com uma amizade bonita
    __________Rita!!
    ✸ ✿¸¸¸.•*´¯`❀ ➥ © ✿¸¸¸.•*´¯`❀

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Rita! Só agora, hoje, pude vir ler so comentários de ontem. Obrigada, pela querida presença.
      Forte abraço, amiga,
      da Lúcia

      Excluir
  38. Olá Lúcia!!!

    Uma bela viagem a "Boa viagem" não só no aspecto visual mas histórico e cultural tanto neste post quantos nos seus anteriores, muito legal conhecer mais sobre as riquezas naturais e culturais deste imenso Brasil.

    Bjs :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bia!
      O patrimônio de Boa Viagem é de encantar. Fico feliz, com a sua presença. Obrigada!
      Beijos.

      Excluir
  39. Oi Lúcia! Passando para agradecer a tua honrosa visita e teu amável comentário, lá no nosso Literatura & Companhia Ilimitada, assim como, mais uma vez, fazer um belíssimo passeio turístico, só que nesta oportunidade, pela bela e histórica Boa Viagem e assistir uma importante aula sobre a sua fundação, tão bem ilustrada com lindas imagens. Belo post. Parabéns!

    Abraços,

    Rosemildo Sales Furtado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Furtado. Gosto muito do seu "espaço" e gosto de comentar quando visito um blog de qualidade como o seu.
      Obrigada, volte sempre!
      Um abraço,
      da Lúcia

      Excluir
  40. Boa noite Lúcia!
    Gostei de ler sobre as raízes históricas de boa viagem e
    adorei as fotos.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Clau. Que bom que gostou, é mesmo muito interessante as raízes históricas de Boa Viagem.
      Obrigada, pela presença assídua.
      Beijos!

      Excluir
  41. Lúcia, ainda não vi nenhum blog que retrata a historia de uma região tão bem quanto o seu. E com belas fotos. Saio daqui conhecendo e enriquecida. Grato, sempre!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico lisonjeada, Taís, com o seu comentário. Obrigada!
      Beijos!

      Excluir
  42. Querida amiga,
    Encantei-me no seu blog. Que maravilha. Aquela Casa das Almas
    e tantas coisas que de sua cidade e de sua genealogia que quase não saía para cuidar de mim, que sou escritor e tenho tantas obrigações. Votarei aqui, certamente.
    Beijos do poeta
    francisco miguel de moura

    ResponderExcluir
  43. Amei o seu blog. Quantas histórias interessantes.Quem é blogueira quase não tem tempo para visitar outros blogs e acabamos não vendo tantas coisas bonitas.
    Um lindo e abençoado final de semana para você.

    ResponderExcluir
  44. Essa estátua de homenagem aos fundadores é magnética, talvez por causa do inusitado cavalo morto aos seus pés.
    Pena que as fotos das belezas naturais da cidade tenham ficado um pouco tremidas.
    Abraço
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir